Pular para o conteúdo

comprimento: longo

29 novembro, 2010

Sou apaixonada pelos curtos. Nestes dias quentes de novembro, shortinhos e vestidinhos vestem os meus dias. Mas bainhas caíram (e já faz um tempo) e acho isso um deslumbre.

A temporada pede comprimentos longos, meio Nicole Rochie, com aquele ar meio hippie, boho, super charmoso.

Vestidos longos é a cara do verão. Essas peças remetem um tropicalismo, além de serem muito elegantes. O coringa da vez é vestido longo preto, em tecido lânguido e de modelagem simples é uma peça básica que com a introdução de um coletinho ou cintinho dá-se muito estilo ao look.

Se você não é tão alta, pode investir em peças com menos volume, mais ajustados no tronco e cintos para estruturar e criar silhueta.

Maxi saias são mais versáteis e democráticas, o que não significa que ela não exija alguns cuidados, também.
Podem ser combinadas com diversos tipos de sapatos e blusas, além de coletes e jaquetas.
Aposte em regatas e t-shirts mais ajustadas ao corpo. Embora haja um ar hippie, prefiro um design minimalista. Para não marcar a barriguinha, cintura alta e cintos ajudam a disfarçar.

>>Vestidos

>>Saias



[imagens: face hunter, lookbook, chitopia, tumblr,  vanessa jackman]

espelho, espelho meu

29 novembro, 2010

Quem diria que aqueles espelhinhos baratinhos de moldura de plástico laranja um dia virariam uma peça cool e estariam decorando as paredes da sua casa, em? Com fotos xerocadas ou scanneadas, colagens ou a arte que você achar melhor, este espelhinho podem dar um charme a mais a decoração do seu lar doce lar. A dica vem do blog Reino Selvagem, o resto é com a sua criatividade.

(via a pattern a day e follow the colours)

a essência de Anna Dello Russo

28 novembro, 2010

Ao som da introdução de “Runaway” do Kanye West, Anna Dello Russo dança para o lançar o seu novo perfume.

 

19 novembro, 2010

Meus queridos,

Sei que é um blog adormecido é um blog chato. Sei também que um blog desatualizado é deselegante. Mas não tenho tido tempo, apenas muito trabalhos, dias cheios e um monte assuntos pipocando na minha cabeça, prontinhos para serem postados aqui.

Falta de tempo não é desculpa, porém,  tempo nenhum é. (rs)
Nos últimos meses tenho dedicado todo o meu tempo à Arsenal, uma marca super bacana que está surgindo aqui em Minas Gerais. Mas é uma questão de dias até as coisas voltarem ao normal aqui no blog (que quase se tornou Diálogo Fashion de Domingo, porque eu só o estava atualizando  aos domingos).

Daqui alguns dias o Diálogo fashion voltará a sua atividade normal. Agora vou ali, voltar para o trabalho.


Chapéus Vintage

24 outubro, 2010

Desde criança eu tenho uma certa paixão por chapéus. Panamá, estilo chaplin, cartolas, aqueles de feltro que a gente encontra na feira hippie. Eu amo chapéus.

Navegando no Etsy, o paraíso vintage, achei uma coleção lindíssima de chapéus no estilo anos 20 e 30 da Behida Dolić.  Você pode escolher entre os modelos disponíveis ou encomendar o seu via email. Da vontade de comprar todos! O preço varia de R$262.87 a R$788.61.

[imagens: reprodução]

Noivas tatuadas

24 outubro, 2010

Quero me casar em baixo de uma árvore na serra. Acho incrível a natureza ao redor, aquela energia e o clima, as cachoeiras…

Procurando por algum elemento que possa complementar minha idéias, vez ou outra acesso sites de casamento. Tenho uma verdadeira paixão pelo Once Wed , rock my weddingthe five milegrace, pelo our blog of love e também pelo Rock n’ roll bride.  As idéias são tão fofas e outras tão ousadas, que dá vontade de casar todo dia, só para ter uma festa rockabilly e depois um show burlesco e depois uma cerimônia cigana ou celta. O legal é fugir ao obvio.

Mas o destaque no blog esta semana são as noiva tatuadas.  Dá numa boa para misturar o charme dos vestidos de noiva ao das tatuagens, sem que o visual pareça dirty ou agressivo. Pelo contrário, as tatuagens dão um charme a maise dá um ar rocl n’ roll que toma conta de tudo com estilo único.

São várias cerimônias e vestidos que uma garota tauada (ou não) pode encontra nestes sites para se inspirar. Os meus favoritos são: no melhor estilo Las vegas, Jessica & Ronnie e o juiz vestido de Elvis, o rockabilly de Jen & Andrew e o punk-rockabilly-neo-gothic-country de Michelle & Mike.

[imagens: rocknrollbride |thefivemilegraceour blog of love ]

Afrodisiac

18 outubro, 2010

Mulheres são apaixonadas por cabelo. Mais que por jóias e roupas. O Cabelo feminino é encantador, sedutor.
Culturalmente somos todos, homens e mulheres, educados para gostar de cabelo lisos e longos. O cabelo crespo é reprimido e as garotas negras demoram a aprender a gostar e assumir os  seus cachos.

“As meninas negras, durante a infância, são submetidas a verdadeiros rituais de manipulação do cabelo, realizados pela mãe, tia, irmã mais velha ou pelo adulto mais próximo. As tranças são as primeiras técnicas utilizadas.” (Nilma Lino Gomes)

Eu mesma comecei a ‘transformar’ o meu cabelo durante a adolescência. Todo mundo dizia: “seu cabelo liso vai ficar incrível.”  Agora, para restaurar os cachos que eu tanto quero, terei que corta-lo bem curtinho (e estou quase fazendo isso).

Na última semana, quando a Vila Sésamo lançou a canção “I Love My Hair”, com uma Muppet moreninha, moreninha dançando alegremente e cantando: “Porque eu amo o que eu tenho em cima. Não é encaracolado e é marrom e está lá em cima! Você sabe que eu amo? Isso mesmo, meu cabelo, eu realmente amo o meu cabelo! ” todo mundo comemorou. A canção doce,  incentivando as garotinhas negras a amarem seus cabelos do jeitinho que eles são com seus cachinhos e tudo mais chega até a emocionar.

As garotinhas negras precisam mesmo desde tipo de incentivo. Não que seja uma lei severa: garotas brancas tenham que ter cabelos lisos e garotas negras, cabelos crespos. Mas esse tipo de atitude valoriza  e  ajudar a meninas em idade escolar gostarem mais de si mesmas e evitar o desejo de passar por tratamentos químicos que podem ser prejudiciais à saúde da criança.

Cedo ou tarde é o máximo voltar a amar os cachos com ou sem musiquinha para embalar. E para ajudar a compor o visual, dá para se inspirar no hair style da atriz e cantora norte americana Solange Knowles, da blogueira Lori Cotton, nas brasileiras Negra Li, Sharon Menezes, Juliana Alves e também nas musas negras do final da década de 60 Pam Grier,  Marsha Hunt e Diana Ross.

 

[imagens: hisherschicago | hairspiration | stylelikeu | tumblr]
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 27 outros seguidores