Skip to content

Brasil, Itália e a Relish

4 fevereiro, 2009

O abalo nas relações diplomáticas entre Itália e Brasil é o assunto das últimas semanas.  Já não basta a crise econômica mundial asombrando todo mundo, o Brasil tem que sair na frente e ver o seu barco afundar antes de todo mundo.

Sei que pareço uma amadora escrevendo sobre o assunto, mas é que na verdade eu sou uma amadora. Sei que o ‘bicho tá pegando’ e que se surgir mesmo uma crise diplomática, ela  prejudicará o mercado de moda brasileiro à médio e curto prazo, pois a Itália é um dos nossos maiores compradores. Mas bem, desculpem, não sou uma especialista. Mas mesmo assim não posso torcer o nariz para o fatos e fazer como os nossos lideres de governo, que dão tchauzinho, abrem um sorriso e fingem que tudo é samba.

E no meio de todo esse babado, surge a polêmica campanha da grife italiana Relish, que trás modelos vestidos como policiais militares, revistando e agredindo as modelos em uma blitz. E é extamente nesse ponto que os assuntos (crise diplomática e imagem do Rio de Janeiro) começam a se confundir.

relish01_319x285

Filmada e fotografada em Ipanema, a campanha de Verão/09 da Relish está sendo veiculada na Internet e em outdoors.

A Riotur já se manifestou sobre a polêmica campanhae exige da embaixada italiana no Brasil a retirada da campanha de verão das ruas.
De acordo com o Secretário de turismo, Antonio Pedro Fiqueira de Mello, “esse tipo de publicidade desrespeita não só a corporação da Polícia Militar como compromete a imagem do Rio de Janeiro e a dos próprios cariocas. É lamentável que fatos desrespeitosos e preconceituosos como esses ainda ocorram em pleno século XXI”.

A Relish, também se manifestou sobre o assunto, tendo divulgado três notas: “a mídia vem fazendo muito barulho por nada” e que “transformar a campanha em um incidente diplomático entre Brasil e Itália, só pode ser interpretado como um desejo de desviar atenção dos problemas mais graves do país.”

Ao se falar sobre a polêmica causad pela campanha, o CEO da Relish, Alessandro Esposito, deixou claro que “as fotos são inspiradas no filme Thelma & Louise, e que a escolha do Brasil se deu exclusivamente pela época do ano, cenário e condições meteorológicas.

Mas declaração sensata mesmo foi a da socióloga da Fundação Getúlio Vargas, Bianca Freire Medeiros: “Não é nem a primeira nem a última campanha publicitária a se valer desses elementos. Somos um paraíso tropical, mas também somos o lugar do risco e da violência. Gostemos ou não, precisamos admitir nosso quinhão de responsabilidade na produção e circulação dessa imagem de um Rio corrupto e violento” ‘. (*)

É compreensível a indignação da Riotur quando a imagem negativa da campanha da marca italiana. Porém, não basta só se manifestar contra catálogos de moda, filmes (alguém está lembrado de Simpsons e o Balme it on Lisa e do filme Turistas e a super polêmica?), se nennhuma medida realmente séria é tomada dentro do país. Não basta tapar o sol com peneira e ficar olhando o mar.  A falta de segurança pública é um dos problemas mais graves no Brasil e não podemos negar que a atuação da polícia  do Rio estmapa jornais todas as semanas.

(*Brainstorm#9)
No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: