Skip to content

Afrodisiac

18 outubro, 2010

Mulheres são apaixonadas por cabelo. Mais que por jóias e roupas. O Cabelo feminino é encantador, sedutor.
Culturalmente somos todos, homens e mulheres, educados para gostar de cabelo lisos e longos. O cabelo crespo é reprimido e as garotas negras demoram a aprender a gostar e assumir os  seus cachos.

“As meninas negras, durante a infância, são submetidas a verdadeiros rituais de manipulação do cabelo, realizados pela mãe, tia, irmã mais velha ou pelo adulto mais próximo. As tranças são as primeiras técnicas utilizadas.” (Nilma Lino Gomes)

Eu mesma comecei a ‘transformar’ o meu cabelo durante a adolescência. Todo mundo dizia: “seu cabelo liso vai ficar incrível.”  Agora, para restaurar os cachos que eu tanto quero, terei que corta-lo bem curtinho (e estou quase fazendo isso).

Na última semana, quando a Vila Sésamo lançou a canção “I Love My Hair”, com uma Muppet moreninha, moreninha dançando alegremente e cantando: “Porque eu amo o que eu tenho em cima. Não é encaracolado e é marrom e está lá em cima! Você sabe que eu amo? Isso mesmo, meu cabelo, eu realmente amo o meu cabelo! ” todo mundo comemorou. A canção doce,  incentivando as garotinhas negras a amarem seus cabelos do jeitinho que eles são com seus cachinhos e tudo mais chega até a emocionar.

As garotinhas negras precisam mesmo desde tipo de incentivo. Não que seja uma lei severa: garotas brancas tenham que ter cabelos lisos e garotas negras, cabelos crespos. Mas esse tipo de atitude valoriza  e  ajudar a meninas em idade escolar gostarem mais de si mesmas e evitar o desejo de passar por tratamentos químicos que podem ser prejudiciais à saúde da criança.

Cedo ou tarde é o máximo voltar a amar os cachos com ou sem musiquinha para embalar. E para ajudar a compor o visual, dá para se inspirar no hair style da atriz e cantora norte americana Solange Knowles, da blogueira Lori Cotton, nas brasileiras Negra Li, Sharon Menezes, Juliana Alves e também nas musas negras do final da década de 60 Pam Grier,  Marsha Hunt e Diana Ross.

 

[imagens: hisherschicago | hairspiration | stylelikeu | tumblr]
Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 27 fevereiro, 2012 7:28 pm

    Adoramos o post, Mônica! Um brado às madeixas!
    Beijocas,
    Amanda Freitas.
    Sweet Chilli
    http://sweetchillinow.wordpress.com/

  2. Viviane permalink
    2 dezembro, 2012 2:15 am

    Adorei o post, tão raro ver comentário sobre cabelo crespo. É realmente um achado esse seu. bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: